Arquivo do mês: novembro 2008

Linha Cinza

Uma das frases mais comuns sobre o nosso trabalho:
– O que é que vocês estão fazendo?

Na areia da praia, de frente pro mar...

Na areia da praia, de frente pro mar...

Depois de explicado, às vezes ouvimos em resposta: “Ah, tá… eu achei que vocês”…

… fossem soltar um bicho dessa caixa.
… estivessem carregando uma bomba.
… fossem prender algum passarinho.
… fossem malucos.

... mar de carros

... mar de carros

Às vezes, quando menos se espera, vem um diálogo mais improvável:
– Muito tempo que você não voltava a Belo horizonte?
– Sim. Nem reconheci a Cristiano Machado. Ela tá parecendo Detroit…

detroit

Difícil dizer qual a melhor parte de se fotografar a mudança. O antes, que ficará apenas na memória? O depois, que se tornará definitivo?

Nesse caso, ficamos com o intermediário. Nem um nem outro. Apenas existiu por breve período.

cm_post1

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Histórias de rua, Pinhole

um pedaço de campo

Andar por caminhos de ruas várias.
Percorrendo morros, conhecendo lugares.
Tem imagem que fica sem gravar.
Tem pessoas que gravam sem ficar.
Tem um prédio grande num bairro bem distante.
Tem um beco sem saída no meio de uma confusão.
Tem um poste único que poderia estar em qualquer lugar.
A cidade tem limites.
limite-mato
limite-rio
limite-estrada
limite-rua.
Cento e onze pontos dentre um infinito.
A gente vê o que vê. Grava distorcido.
A plástica da ruas. Os quadros das gentes.

um pedaço de campo

1 comentário

Arquivado em Pinhole

“A alma encantadora das Ruas”

Não que a gente leia João do Rio. Talvez não todos. Mas as ruas trazem gratas surpresas. Boas fotos, boas histórias e, por que não, boas risadas?

09082008002

2 Comentários

Arquivado em Histórias de rua

Elas têm nome…

Da esquerda para direita, de cima para baixo: Luana, Madruga, lata nova, pinhole do Galo, lata da Carola, Frajolinha e Jojo.

... e fazem mágica...

... e fazem mágica...

E esta é apenas parte da turma.

2 Comentários

Arquivado em Making of, Pinhole

cento e onze

O futuro é agora.

Este blog é o diário do projeto 111BH – A cidade pelo buraco da agulha. Daqui até a exposição, este será um canal direto para saciar sua curiosidade, mas também será a ferramenta para instigá-la. A foto do post abaixo é um aperitivo, mas ainda teremos muito disso até o prato principal.

Seja bem-vindo ao mundo destas duas letras e destes três números.

Deixe um comentário

Arquivado em Pinhole

111 Bhegins

Daqui para o futuro…

1 comentário

Arquivado em Pinhole